Morre o ex-comandante da PMMA e do Corpo de Bombeiro Militar, Coronel Guilherme Batista Ventura

Morreu nesta quinta-feira (25/11), em Imperatriz, aos 77 anos, por problemas de saúde, o coronel Guilherme Batista Ventura. O militar, baiano, era oficial do exército e formou-se na Academia Militar das Agulhas Negras – AMAN (Rezende/RJ). Cel Ventura foi comandante por duas vezes do 50º BIS (Batalhão de Infantaria de Selva) na cidade de Imperatriz no final da década de 1980. Na década de 1990, ocupou diversos cargos no Estado entres eles o de: Secretário de Segurança Pública, Diretor do Detran, Comandante Geral da Polícia Militar do Maranhão, entre 26/03/1991 a 10/06/1992, e Comandante Geral do Corpo de Bombeiro Militar entre 15/07/1992 a 28/03/1995. Na PMMA, em sua gestão, aumentou o efetivo da Corporação, adquiriu novos equipamentos e armamento. Teve um papel importante dentro da instituição perante a sociedade maranhense em recuperar a imagem da corporação após a fatídica “ Operação Tigre”, que foi responsável por dezenas de morte em Imperatriz. No Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, foi o primeiro Comandante Geral, após a emancipação da PMMA em 1992. Ele criou no CBMMA a banda de música.

O presidente da AMCLAM (Academia Maranhense de Ciências, Letras e Artes Militares), Cel Augusto Furtado Moreira, o denominou como “ um militar por excelência, probo, determinado e correto que exerceu outros importantes cargos e funções no Maranhão”, diz Furtado.

O Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Cel BM Célio Roberto, emitiu nota de pesar lamentando profundamente o falecimento do ex-comandante do CBMMA. “O coronel Ventura foi o 1º Comandante Geral, liderando a Corporação no período de 15/07/1992 a 28/03/1995, deixando diversos legados, dentre eles a criação da Banda de Música e a emancipação da Polícia Militar”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *