Candidatos do concurso da PMMA lotam auditório na Assembleia Legislativa do Maranhão e reivindicam reintegração para o Curso de Formação-CFSD

Nesta manhã, 21/08, no auditório Fernando Falcão na Assembleia Legislativa do Maranhão, foi realizada uma reunião com os candidatos do concurso público da Polícia Militar 2018. A reunião visava discutir a questão dos 1800 alunos soldados que ficaram de fora do CFSD(Curso de Formação de Soldados) na segunda etapa. Também foi falado da situação de 130 candidatos que por várias razões ficaram de fora do curso, blog vai fazer uma matéria exclusiva com essa situação.

 

Dep. Eduardo Braide e Sargento Ebnilson

A reunião foi presidida pelo Sargento Gilmar dos Anjos que contou com a presença dos deputados Eduardo Braide, Wellington do Curso e Júnior Verde; dos Sargentos Gilmar dos Anjos e Ebnilson; do vereador Luzardo Segundo e do Major Janilson, além dos representantes dos candidatos.  A reunião foi convocada pela Associação das Praças da Polícia Militar(ASPRA), na pessoa de seus diretores Sargento Ebnilson e do Sargento Gilmar dos Anjos.  A participação foi maciça dos candidatos que lotaram o auditório com cerca de 500 pessoas.

No gabinete do Braide fazendo os últimos ajustes para reunião

O grande questionamento dos candidatos  esta relacionado com a situação do CFSD, pois eles fizeram todas as etapas do concurso, porém cerca de 1800 candidatos são alunos formados e não nomeados,  130 deixaram de fazer a recuperação e  apenas 1200  candidatos que foram convocados para o curso de formação no CFAP(Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças).

De acordo com os candidatos do CFSD houveram várias ilegalidades durante o certame: como mudança do edital, ausência de recuperação e diversas falhas ao longo do certame.

Dep. Welligton do Curso e Sargento Ebnilson

O deputado Braide e Wellington foram enfáticos ao questionarem todas as irregularidades do certame e solicitaram ao poder executivo providencias urgentes.

Todas as reivindicações dos candidatos serão encaminhadas pelos parlamentares que se comprometeram a lutar em prol da causa dos candidatos do concurso da PMMA.

Sargento Gilmar dos Anjos e vereador Luzardo Segundo

O blog agradece a presença de todos e parabeniza cada um que compareceu ao evento.

 

8 thoughts on “Candidatos do concurso da PMMA lotam auditório na Assembleia Legislativa do Maranhão e reivindicam reintegração para o Curso de Formação-CFSD

  1. Eu acho que isso aí é nada que estão tentando ver o que podem fazer com esses1.800alunos, ano de política tem isso só entrou ,as farinhas dos sacos deles , aqui é uma mãe que está tentando cuspir um pouco desse ódio ,essa injustiça que foi feita com esse povo todo, mais a minha justiça vai ser feita . com aquele que é o advogado maior Deus esse não precisa de reuniões prá ver o que ele vai poder fazer com essas pessoas que estão sendo injustiçadas.kkk

    1. Ouve vários erros já no inicio porém continuar na maneira erroneamente e que não pode, como e que cara vai pra cfsd lasga tudo da sua vida Ex: cidade, emprego,familia. Raspa cabeça barba feita enxoval tudo muitos gasto. Começa curso vc ja e considerado pm da ativa pelo próprio estatuto. Chega no meio do curso vc e afastado pra depois volta. E se virar porque emprego nao tem cara passou ano estudando ou mais. E revoltante essa condição. Acho que merecia mais Respeito e dignidades aos ser humano inclusive esses guerreiros que estudou e por MÉRITO tem seu direito vinculado. Pelo menos no que fiz a lei mas na pratica tamos vendo.

      1. Ouve vários erros já no inicio porém continuar na maneira erroneamente e que não pode continuar, como e que o cara vai para o cfsd e larga tudo da sua vida. Ex: cidade, emprego,familia. Raspa cabeça, barba feita, enxoval proto. tudo com muitos gasto e emprestimos. Ai Começa curso vc ja e considerado pm da ativa pelo próprio estatuto. Chega no meio do curso soldado e afastado volta para cada e depois volta. E se virar porque emprego não tem. Ai ele passou 1 ano ate 2 anos estudando ou mais. Fica nesta situação. E revoltante essa condição. Acho que merecia mais Respeito a dignidades aos ser humano inclusive esses guerreiros que estudou e por MÉRITO tem seu direito vinculado. Pelo menos no que diz a lei. Mas na pratica estamos vendo.

  2. Obrigada pela iniciativa, pelo olhar a esses jovens que tanto se esforçaram e se esforçam todos os dias no sonho de serem policiais militares do estado do Maranhão,já que o estado é carentes de homens para atuarem no combate ao crime na cidade e nos interiores.
    Jovens que deixaram tudo para se dedicarem ao Centro de formação Cefap porque já haviam passado em todas as fases do certame e onde foram traídos, humilhados , abalados psicologicamente e emocionamente .Que os legisladores façam valer os esforços de todos 1930 concursados para que os futuros concursos sejm acreditados no Maranhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *