O que aconteceu que a PM fez o seu papel e um Secretário de Estado tentou intimidar o policial Militar na confusão do PT no final de semana?

…E o mesmo Jardim, com o mesmo policial, sábado: ataque à liberdade de expressão

Foto(blog do luis Pablo)

Quando a gente pensa que já viu de tudo, vem uma confusão envolvendo um Secretário de Estado do atual governo. A Vossa Excelência, o Secretário Estadual do Esporte e laser, Márcio Jardim, teve um comportamento para quem ocupa um cargo público no alto escalão do governo, no mínimo desequilibrado. O Secretário, “deixou” o cargo ou esqueceu que era autoridade e partiu para exercer militância de rua que se tornou numa verdadeira bagunça, promovendo a balburdia e arruaça inclusive causando transtorno para própria PM no qual estava fazendo o seu trabalho.
Não se sabe o porquê, o Secretário tomou essa atitude, pois ele deveria apaziguar a situação e não insuflar ou colocar mas lenha na fogueira.
As imagens já dizem muita coisa.

Imagem mostra petista com objeto cortante na mão

Imagem mostra petista com objeto cortante na mão(foto do Blog do Luís Pablo)

É inadmissível que um membro do governo possa colocar em risco a segurança das pessoas. A PM recolheu arma branca(faca) conforme mostra o vídeo abaixo. Os militares estavam no local para fazer e promover a segurança.

Vídeo do Blog do Luís Pablo
Os PMs devem ser respeitados em sua missão, pois sua função é preservar a ordem pública e naquele momento havia sido quebrada por militantes do PT. Aqui não vamos entrar no mérito político-partidário e nem ideológico, apenas estamos nos concentrando no fato em que o Secretário insuflou os militantes petistas, pondo em risco a segurança no local.

Jardim, o PM "afrontado" e o Cabo Campos como mediador: "coincidência" fabricada...
Márcio Jardim, o PM “afrontado” e o Cabo Campos como mediador: “coincidência” fabricada…(foto e legenda do Blog  http://www.marcoaureliodeca.com.br)
Após episódio, o deputado Cabo Campos promoveu um encontro do Secretário com os PMs que estavam de serviço no dia. Todavia, isso não é suficiente, Vossa Excelência deveria ter emitido uma nota oficial a Polícia Militar pedindo desculpa pelo fato ocorrido.
O Blog tentou por diversas vezes entrar em contato com o secretário, mas não foi possível, o espaço fica franqueado caso queria se manifestar.

4 thoughts on “O que aconteceu que a PM fez o seu papel e um Secretário de Estado tentou intimidar o policial Militar na confusão do PT no final de semana?

  1. Deputado Cabo Campos, que vergonha, em vez de apoiar seus pares, preferes puxar o saco do Marcio Jardim, que desceu do “salto” e lembrou do velhos refrão “sabe quem sou, sabe com quem está falando; sabe de quem sou filho”, mas, data venha, de quem não se pode esperar boa coisa.

  2. Infelizmente no nosso país, o cara ocupa um cargo provisoriamente e pensa que é o dono de tudo, nenhuma “autoridade” seja ela eleita ou nomeada como cargo político está acima da lei, autoridade real é a figura da polícia estando em serviço.

    Juiz, advogado, promotor, presidente da república, nenhum deles é autoridade quando sai de seus gabinetes/compromissos oficiais. Mas o policial fardado e em serviço sim, pois esta é sua função.

    Precisamos denunciar e não aceitar pedidos de desculpas, o certo é ingressar na justiça pra tentarmos mudar aos poucos essa visão desrespeitosa que a maioria das pessoas têm dos mantenedores da ordem pública do país.
    Rossini
    CIS/DAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *