Cadê a comissão dos militares? Morreu?

a culpa é das estrelas

Depois de um ano criada, a comissão especial do governo, responsável pelos trabalhos dos policiais militares e bombeiros do Maranhão, simplesmente desapareceu e ninguém sabe por onde se enfiou todos os projetos que foram elaborados pela dita comissão e nem o que se produziu. Um descaso total.

Fica difícil encontrar um culpado. De quem é a culpa? Do Governo, dos representantes que foram escolhidos ou de toda a comunidade militar que não tomou partido?

O blog por diversas vezes havia alertado sobre esse descaso, inoperância e ineficiência da referida comissão que segundo alguns membros pertencente a comissão, somente uma pauta foi concluída, contudo ficou enterrada no Palácio de onde até o presente momento continua inerte.

Entenda o caso

No primeiro dia do atual governo, foi baixado o DECRETO Nº 30.617, DE 02 DE JANEIRO DE 2015, que criava uma comissão especial dos militares para fazerem estudos e elaborarem projetos pertinentes as regras de: Ingresso, lotação, transferência e promoção dos membros da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.

Passado mais de um ano, a comissão escafedeu-se, os projetos não passaram do papel e os militares continuaram sem o seu código de ética, lei de promoção, carga horária de 40 horas semanais.

O blog chama atenção e cobra das associações militares que deixaram o barco naufragar e não tiveram uma postura de cobrança perante a comissão especial. Infelizmente por mais uma vez o silencio dominou as entidades e ficou por isso mesmo. Lamentável.

Cadê as associações que se intitulam os representantes legítimos e defensores dos militares? Onde estão os vanguardistas? Por que estão em silencio e calados? O que está acontecendo?

O blog vai continuar fazendo o que sempre fez, cobrar das lideranças para que elas possam despertar dessa morbidez e sonho profundo e retomem as lutas classistas, por que desse jeito ninguém aguenta mais.

Infelizmente as brigas internas, picuinhas de lideranças atrapalharam todo o processo. De fato o que aconteceu foi o racha das lideranças e representantes. A comissão criada para melhorar a vida dos militares foi sucumbida, pois o ego, vaidade e sei lá mais o que prevaleceram e colocaram tudo a perder.

Não sei de quem é a culpa, talvez seja das estrelas.

OBS: A Comissão especial teve uma vida útil de 90 dias conforme o decreto que a criou, contudo já se passaram 12 meses e nem um outro decreto foi editado, pelo menos não chegou ao conhecimento dos militares.

4 thoughts on “Cadê a comissão dos militares? Morreu?

  1. Pergunte para o governo ele mandou criar a comissão para tratar de varios assuntos iclusive transferência e não demorou 30 dias transferiu o sd leite nosso representante creio que só o flavio dino pra lhe dar essa resposta

  2. E por falar em comissão amigo, cadê o Deputado Estadual Cabo Campos, Presidente da Comissão Parlamentar de Segurança Pública? O que foi que houve? Ele também evaporou junto com a aludida comissão?

  3. Essa culpa não é das entidades e sim dos interesses individuais que surgiram no meio do processo, com isso as entidades passaram a servirem como massa de manobra, que foi logo percebido e cada entidade passou a se retrair e cuidar tão somente de seus problemas locais, que não são poucos. Esperamos que ao retomarmos as negociações “esses” tenham mudado de concepção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *