COSAR a “Volante” do Maranhão

cosar -1

Cosar em operação

A Polícia Militar do Maranhão, implantou o COSAR(Curso de Operações de Sobrevivência em Área Rural do Maranhão ).

A nova “Companhia” da Polícia Militar que deverá ser criada em breve, terá como missão precípua o policiamento na Zona Rural e no interior do Estado. O objetivo é combater os crimes de assaltos a bancos e arrombamentos aos caixas eletrônicos no interior do Estado.

cosar

Comando operacionla do Cosar

Os homens foram treinados pelo atual Comandante Geral da PMMA, Cel. Pereira, que então era comandante do CPE (Comando de Policiamento Especializado).

O COSAR é um projeto de autoria do Cel. Pereira. O oficial é um exímio especialista em cursos operacionais e sobrevivência, é um dos poucos da Polícia Militar que possuem cursos como: BOPE(Brasília) e CIGS(Guerra na Selva) do Exército.

Nos últimos anos, surgiu uma nova modalidade de crimes contra as instituições financeiras, que ficou conhecido como o “Novo Cangaço”. Esse tipo de crime é orquestrado por bandos fortemente armados. O nome relembra ao movimento que surgiu no fim do século XIX e foi extirpado na década de 1940, o Cangaço.

O Cangaço aterrorizou todo o Sertão Nordestino e sob os auspícios de Lampião, a Caatinga tornou-se a moradia dos bandos armados, conhecidos como cangaceiros. Esses criminosos aterrorizaram por muitos anos as cidades interioranas do Nordeste. De forma cruel, violenta e sem piedade, os cangaceiros ditavam as normas e as leis naquela época.

No Maranhão, a Companhia deverá funcionar como as antigas Volantes policiais que deram fim aos bandos de cangaceiros espalhados pelo Sertão Nordestino.

Alguns municípios serão contemplados como: Imperatriz, Presidente Dutra, Baixada Maranhense e suas respectivas regiões.

Os “Cangaceiros” modernos que se cuidem, pois o COSAR irá varrê-los do Estado.

Não é de hoje, que as força de Segurança maranhense, cria modalidade ou tipo de policiamento para combater criminosos no interior do Estado.

Na primeira metade do século XIX, nos idos de 1835, mesmo antes da criação da Polícia Militar que aconteceu em 1836, com o nome de “Corpo de Polícia da Província do Maranhão, foi criado o Corpos de Polícia Rural no Maranhão(CPR). Esta modalidade de policiamento teve como finalidade a captura de escravos fugidos, a destruição e o combate aos quilombos.

cosar1

Homens do Cosar em formatura

Embora já tenha se passado quase 200 anos desde a criação do CPR, a PMMA restaurou essa modalidade de policiamento que servirá para coibir e combater os criminosos que vem assolando e aterrorizando as cidades interioranas do Estado.

De fato com ascensão ao Comando da Corporação, o Cel. Pereira, já mostrou a força do COSAR e teve sua primeira vitória com os ” homens de  Cara Preta” como estão sendo conhecidos, devido o rosto coberto com balaclava, uma espécie de “toca ninja que se veste de forma ajustada na cabeça até o pescoço. Sua função tradicional é a proteção contra o frio”.(https://pt.wikipedia.org)

Nas primeiras duas ações que teve a intervenção do COSAR, em Icatu e Morros, os bandidos levaram a pior. Ontem(19/01), no município de Morros a agencia dos Correios foi assaltada e os homens de “Cara Preta”, de forma cirúrgica abateram os criminosos. Dois criminosos em confronto com uma das Tropas de Elite da PM foram mortos.

Ao contrário de que algumas mídias cibernéticas vem rotulando o COSAR, como sendo um grupo de extermínio de assaltantes ou uma possível volta da Operação Tigre. As analises são totalmente equivocadas e politiqueiras, os policiais militares foram treinados para combater e defender a sociedade maranhense contra esses bandos de criminosos que vem tocando o terror no Estado. Eles não foram treinados para matar criminosos e sim combater aqueles que optarem pelo confronto, aí como diz uma frase que representa muito bem a ideologia da tropa de elite: “Faca na Caveira” quem ousar enfrentá-los.

O COSAR, já está em atividade e seu campo de atuação é o Estado do Maranhão.

A “Volante” do Maranhão chegou para ficar.

3 thoughts on “COSAR a “Volante” do Maranhão

  1. o assalto em Grajaú… que o assaltantes fecharam a cidade, nem noticia dos assaltantes, ninguém fez nada, não apareceu nem GTA, nem COSAR, nem COE, nem CPE e etc… a nossa segurança Pública não é isso tudo não…

  2. eu consigo entender o que muitos policiais tem na cabeça, fazer esses cursos, sofrem pra porra, não ganham nada a mais. só respondem a muitos processos e audiências pegando pressão de promotores e juízes, e deixa faltar pra ver como paga um salário mínimo do bolso, e se ficarem doente em uma ocorrência ai sim e que ta arrebentado, pois o estado não disponibiliza neca de nada pra ele, isso sem falar nas condições de trabalho, vtr sucateadas e coletes vencidos e outros, não vamos ser omisso mas caçar serviço rum ta lascado. e pedir pra DEUS todo dia nos proteger sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *