E agora José: Diante da gravidade que aconteceu em Bacabal quais serão as medidas que as associações militares do Maranhão irão tomar?

tc miguel neto

Momento que o TC Miguel aponta a arma na cabeça do Cabo Bandeira

Diante do gravíssimo caso ocorrido no 15º BPM em Bacabal entre o Comandante, Tenente Coronel Miguel Neto e o Cab Bandeira, no qual o mesmo sacou de sua arma e apontou para o seu subordinado num total despreparo.

O que as associações militares farão? Ficarão omissas novamente como é costume de algumas?

Até o presente momento nenhuma delas se manifestou ou emitiu alguma nota em solidariedade ao Cabo Bandeira vítima de agrave ameaça por parte de seu comandante, conforme mostra as imagens que se propagou na internet.

Espera-se que no mínimo tenham a hombridade, camaradagem e coragem de emitir uma nota em defesa do militar.
O Blog vai aguardar essa nota. O espaço aqui está aberto para fazer a publicação.

OBS: No Maranhão há mais de 20 associações de policiais e bombeiros militares.

6 thoughts on “E agora José: Diante da gravidade que aconteceu em Bacabal quais serão as medidas que as associações militares do Maranhão irão tomar?

  1. Entendo que o Cabo e o Advogado não tem o direito de filmar a sala do Comando sem autorização do Comandante, porém o Comandante não pode em hipótese alguma, salvo flagrante ameaça a sua vida sacar de arma e apontar para seu subordinado e para um advogado no uso de suas atribuições. Entendo que houve uma série de erros e que acabou por chegar a questão que agora deverá ser aberto um Inquérito Policial Militar, pois existe indicio de crime.

  2. A culpa desse tipo de situação é do Coronel Alves, ele que através das suas práticas de perseguição, estimula os Comandantes de Unidade a agirem da mesma forma.
    Vale lembrar que ele mesmo já foi vítima da truculência do TC Gomes Neto, lá no clube dos oficiais no Araçagy, quando ambos eram Maj e Cap, respectivamente, se não fosse a turma do deixa disso, eles teriam chegado às vias de fato.

  3. Todo servidor público no exercício de suas funções pode ser gravado, principalmente quando quem tá gravando faz parte da ação do agente público.

  4. De acordo com as declarações do Advogado em outros meios de comunicação, o TCel Miguel Neto foi avisado que seria filmado a conversa entre eles e o referido Oficial de pronto aceitou o evento. Agora o que deve acontecer no momento é a união entre as Associações para que irmanadas busquem as soluções em torno do fato, pois, não pode cair no esquecimento esse lamentável episódio e dar de uma vez por todas um basta nessas barbaridades que acontecem na PMMA, onde o ser humano é tratado como bicho, a prova é a situação do PM que encarcerado no Comando geral, morreu de calazar e até agora não se sabe qual foi as medidas necessárias tomadas pelo Governador em torno de tal fato. Essa é a minha opinião e pelo motivo dessas arbitrariedades que acontecem diuturnamente nos Quarteis, é que sou a favor da desmilitarização das PMs e BMs em todo o país!

  5. e verdade da reserva, não vamos aqui defender o ato criminoso do seu migué, toda via agente militar sabe que isso e corriqueiro dentro da caserna, toda vez que queremos falar ou argumenta alguma coisa com oficias superiores somos tratados como animais, somos mal tratados,hulmilhados não temos direitos a nada so de ficar calado, e o que eles dizem, isso que aconteceu serve para a sociedade ver e tirar sua conclusões de como somos tratados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *