Volta dos Trailers da PM uma tragédia anunciada

Trailer da Polícia Militar na Vila Nova, em Sao Luís (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Trailer da Polícia Militar na Vila Nova, em São
Luís onde foi executado o Sd Francinaldo

A história se repete inúmeras vezes na Polícia Militar do Estado do Maranhão e talvez em outras polícias militares estaduais do nosso país: policial militar é morto por bandidos. Não importam as circunstâncias, nem os responsáveis; não importa a idade ou o credo; não há correlação entre o tamanho da família do policial morto e a tristeza que abate o cidadão de bem. Há apenas a revolta e o entendimento que está é mais uma das inúmeras tragédias anunciadas em nosso país. Mas, ficam algumas reflexões a fazer nesse momento de tristeza: Havia necessidade de colocar o policial em risco? O agente da lei estava devidamente equipado para a missão? Havia um planejamento bem definido, com conhecimento do local e de possibilidades de confronto?

 a-francinaldo-1

Sd Francinaldo executado dentro do trailer da PM

Não responderei aos questionamentos colocando a culpa no policial falecido como  fez o membros da cúpula da Segurança  Pública no caso da chacina de Panaquatira. Farei apenas uma exposição de mais uma tragédia vindoura. Não serão necessários dons divinos de visão dos acontecimentos futuros, é cogente somente conhecer o passado para não repetir erros.

Por determinação do Superior, está de volta o policiamento de Trailers. Para refrescar a memória atrofiada de alguns, relembro o caso da Vila Nova, onde bandidos atacaram e assassinaram o Policial Francinaldo Sousa Pereira, 41 anos, dando início à guerra entre Polícia Militar e facções.(texto adaptado)

Vejam o relato de um policial militar que trabalha no trailler da Praça Deodoro.

 A era trailer voltou, o da Deodoro ta funcionando a pleno vapor, sem banheiro, sem água, sem estrutura e ainda os policiais que são escalados faltam, e noite pra se fazer uma necessidade fisiológica tem que procurar uma das árvores centenárias da Praça e tiver vontade de fazer o número dois tem que improvisar no saco. Agora me dizem caros colegas estamos progredindo ou retrô. (depoimento de policial militar que não quis se identificar).

Em virtude da gravidade, do perigo e risco que os policiais militares estão expostos, um Comandante de Batalhão da Capital, enviou documento ao Comandante do CPMA-I PM. solicitando medidas urgentes para retirada dos PMs, da escala noturna. O oficial baseou-se em 3 considerações a saber: Vulnerabilidade, local para necessidade fisiológica e apoio logístico.

“Sugiro a Vossa Senhoria que faça sugestões junto ao Comandante Geral que reveja a escala de serviço noturno, já segundo informações dos próprios militares a partir das 23h00 cessa o movimento de transeuntes na Praça Deodoro. Pois com a redução do tempo de duração da escala à noite, também, reduzirá consideravelmente a exposição ao risco das guarnições ali escaladas.“Diz o ofício endereçado ao Comandante da Região Metropolitana. O blog teve acesso ao documento não vai ser publicar em virtude de conter nomes dos policiais militares.

5 thoughts on “Volta dos Trailers da PM uma tragédia anunciada

  1. Associação serve para isso!!!!

    Associação serve para isso, defender os interesse da categoria, defender o interesse da minoria.

    Isso já está ultrapassado!! Só a pmma ñ ver. No Rio, esses trailers são aprova de bala de grosso calibre. E muitos pms se omitem a trabalhar nessa linha suicida .

    Nos interior q é pior, esses trailers só ficam em frente de grandes comercio, será pq ???!!

    Agora associação no Maranhão, que defender partida de futebol.

  2. Ebnilson atualiza esse teu blog, tantas informações interessantes inerente à PM/MA e vc com preguiça de escrever. Kd a matéria acerca da formação de novos soldados /15, que ocorreu no dia 18/12?

  3. Em Caxias, o trailler fica em frente às maiores e mais ricas lojas . não TM lugar p nnm necessidade fisiológica nm água p BB, nm ar cond, com a temperatura acima de 40°c. Em compensação as lojas repassam, segundo informes, 30mil reais p o CMT local, uma vergonha

  4. Rapaz, na verdade essas associações pouco podem fazer, até por que a perseguições são infinitas. “Pimenta no c…dos outros é refresco”, essa é a verdade.
    Gostaria de saber o porquê desses desligamentos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *