Deputado Sousa Neto denuncia suposta falência do Sistema de Segurança Pública do Maranhão

Sousa Neto denuncia suposta falência do Sistema de Segurança Pública do Maranhão

O deputado Sousa Neto (PMDB) denunciou, da tribuna da Assembleia, na sessão desta segunda-feira (28), a suposta falência do Sistema de Segurança Pública do Estado do Maranhão, ao relatar um fato ocorrido, no fim de semana, quando, segundo denúncias que chegaram até o deputado, policiais de Timon tiveram que fazer uma “vaquinha” para abastecer um veículo particular e enfrentar os bandidos que estavam assaltando uma agência, no município de Parnarama.

Segundo o deputado, os policiais fizeram uma vaquinha para abastecer uma S-10 de um policial porque a viatura não tinha condições de se deslocar até Parnarama e o secretário de Segurança, Jefferson Portela, estaria em Timon. “Essa é a triste realidade da Segurança Pública do Estado do Maranhão”, ressaltou.

O parlamentar disse que os policiais Sargento J. Barros, Sargento James, Sargento Denis, Sargento Solimar e os Cabos P. Menzes, Júnior, James e Medeiros, que se dirigiram a Parnarama, devem ser considerados heróis de Timon. “Não poderia deixar de exaltar os nomes dessas figuras, que heroicamente viram a situação dos seus colegas, e surpreenderam os bandidos”, destacou.

De acordo com o deputado, Timon possui, hoje, três viaturas, estando uma quebrada. “Timon tem uma população imensa, faz fronteira com o Estado do Piaui e vive essa situação”, observou.

“Vamos trabalhar de forma correta, séria, sem mentir para a população nas redes sociais. Chega de Facebook e Twitter, vamos trabalhar na realidade e de forma concreta, porque ninguém aguenta mais isso”, apelou Sousa Neto, ao mesmo tempo em que pediu aos colegas o apoio no sentido de endossar seu pedido ao governador Flávio Dino (PC do B).

Fonte: http://www.al.ma.leg.br

6 thoughts on “Deputado Sousa Neto denuncia suposta falência do Sistema de Segurança Pública do Maranhão

  1. O companheiro perguntou se tinha algum Oficial e não obteve resposta do Ebnilson.
    Pois bem, tinha um Major do 11º BPM, que foi inclusive quem pagou o combustível do carro, e sabe qual o prêmio que ele tá recebendo?
    Tá sendo transferido para o Estreito, perseguição do Comandante Geral, pq esse mesmo oficial foi buscar na justiça o direito de ser promovido, lamentável esse tipo de prática, seja com Oficial, seja com praças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *