Merecimentos e os merecidos

merecimento

A novela das promoções todos os anos se repetem e a mesmice é uma constante nas Corporações Militares. Em todas promoções há dois grupos: Os satisfeitos e os inconformados.

As promoções nas Corporações Militares no Maranhão estão baseadas em 3 critérios conforme a legislação em vigor: Antiguidade, Tempo de Serviço e Merecimento. Todo o gargalo está concentrado nos critérios de merecimentos, onde causa sempre o maior furor, descontentamento, decepção e tristeza de muitos.

Em tese, os critérios de merecimentos, na acepção da palavra traz uma idéia de meritocracia. O merecido as vezes não chega de fato a ser o merecedor.

As instituições militares utilizam como pressuposto no merecimentos os critérios subjetivos, e essa é a regra. Dessa forma, o pós promoção será sempre uma agrura e decepção para o grupo dos inconformados.

O blog tem recebido diversas reclamações a respeito dessa novela e os militares tem dito que gastaram com exames, fardamentos de galas e uma grande expectava de uma possível promoção. Todavia, com a divulgação da lista de promoção vem as decepções e as frustrações de boa parte dos militares que não foram contemplados.

De quem é a culpa?

O grande responsável por toda essa situação chama-se a legislação que foi engendrada nesses termos, ou seja, a legislação foi criada para satisfazer esses critérios que as vezes se tornam injusto, no entanto é legal. Como diz um velho jargão jurídico, nem tudo que é legal é moral.

Sempre se procura um culpado por toda essa situação, contudo a grande luta tem que ser em direção a mudança na legislação e modificação ou até mesmo extinção dos critérios de merecimentos e somente assim teremos um pouco de justiça nas promoções.

Não compete ao blog, dizer se os que foram promovidos pelos critérios de merecimentos são ou não merecedores. A legislação é clara e os critérios são necessariamente subjetivos, nesse caso não vai adiantar chorar ou espernear pelo fato de não ter sido contemplado, o que temos que fazer é lutar para que esses critérios subjetivos sejam transformados ou extirparmos de vez no rol das promoções por merecimento. Caso contrário como diz Arnaldo Cezar Coelho “ A regra é clara”.

O blog na manhã de ontem(10/07), entrevistou o Presidente da Comissão de promoção dos praças, O Cel. Sá, Sub-Comandante Geral da PMMA,  entre outras coisas não poderíamos deixar de perguntarmos sobre as promoções de junho. A entrevista completa irá ao ar na segunda-feira(13/07). Por tanto não percam.

Por fim, o blog parabeniza a todos os promovidos por mais essa vitória e aos que não foram me sensibilizo.

Nas próximas matérias vamos explorar quanto o militar gasta com exames, fardamentos e outros custos adicionais para a promoção e a frustração e decepção de militares pela não promoção. Aguardem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *